top of page

Sexo com hora marcada. Será que essa moda pega?


Recentemente o Jornal O Globo fez um post em seu Instagram com a seguinte “headline”: “Casais recorrem ao agendamento de sexo para manter vivo o tesão em relacionamentos longos”.


Então bora prosear sobre este assunto?

O que você acha disso? Nos comentários do post, temos opiniões favoráveis e contrárias sobre este tipo de agendamento. Nos positivos temos: que é melhor agendar do que não fazer sexo, de que quando namoramos agendamos o encontro e porque não pode depois de casar, e que pode evitar a recusa da parceria caso seja num momento que somente um deles esteja com vontade, por exemplo. Já nas opiniões desfavoráveis foi dito que: pode mecanizar o ato sexual, já que está agendado, e tira a espontaneidade do casal, que é necessário dedicação de ambas as partes para terem momentos de qualidade não somente marcando horário, e que a parceria pode se sentir pressionada por ter o agendamento.

As opiniões divergem, cada casal deve criar seus próprios mecanismos para sair da rotina e que seja bom para ambas as partes. Mas devemos entender que o sexo quando num relacionamento duradouro é consequência de todo um contexto. Será que somente agendar um horário uma vez por semana, resolveria se o relacionamento do casal está desgastado?


O relacionamento precisa ser cultivado por ambas as partes, sabemos que nos dias de hoje há uma enorme quantidade de tarefas a serem desenvolvidos por homens e mulheres, e ainda mais estas últimas podem ter diversos papéis: mãe, esposa, dona de casa, profissional e acabam se esquecendo de serem “amantes” no sentido do sexo dos seus parceiros. Por isso, é necessário que o casal se atente a necessidade de terem tempo de qualidade a sós.


Se o parceiro não trata bem sua parceria no dia-a-dia, não dialogam, não se olham, não se beijam, não trocam carinhos, não há cumplicidade, acaba ocorrendo o desgaste do relacionamento do casal, sexualmente falando, acabam como “colegas de quarto dividindo boletos”: podem decidir continuar casados mantendo aparências, reprimir seu desejo, podem trair sua parceira ou até se separarem.


Quando o relacionamento está desgastado, adiantaria agendar um horário para o casal fazer sexo? Na minha opinião NÃO! O relacionamento do casal é uma via de mão dupla e precisa ser cultivado diariamente.


Dependendo da rotina do casal, se o relacionamento está bom mas, falta sexo e se o agendamento se adequar a rotina do casal, sem afetar o desejo de ambos, não há nenhum problema em ter este compromisso com sua parceria. Mas, se acha que pode mecanizar o momento, deixe que seja espontâneo, desde que realmente aconteça na frequência que for legal para ambos os parceiros.


Caso seja do seu interesse realizar o agendamento de um momento com sua parceria, procure fazer com que seja especial para ambos e não uma obrigação. Procure agendar um dia e horário calmo, sem crianças em casa, ou num local reservado. Foque somente na sua parceria, se paquerem antes, seduza, encante, elogie e façam sexo como gostem mais, caprichem, esse momento é exclusivamente do vocês. Pode também se preparar antes, tomar um banho demorado, relaxar, pensar na roupa, perfume, depilação, um vinho, mande flores ou mensagens picantes no whatsapp para esquentar.


O relacionamento do casal deve ser cultivado por ambos os parceiros independente de hora marcada ou não para o sexo. Para permanecer com a chama acesa é necessário dedicação de do casal, se dedique a sua relação, faça valer a pena!




Autora:


Juliana Graça


@julianangraca


Revisão e edição de Texto:


Débora Carvalho


@psideboracarvalho

23 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page